Pescadores de homens

14/07/2013 - CB Potosí

Lucas 5:1-11

1 E ACONTECEU que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;
2 E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.
3 E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.
4 E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.
5 E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.
6 E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede.
7 E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.
8 E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador.
9 Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito.
10 E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens.
11 E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram.

Para que a igreja cumpra seu papel na Terra, ela tem que ser necessariamente missionária, e isso requer pescadores de homens. No texto bíblico destacado, podemos observar algumas qualidades que Jesus busca em "pescador de homens".

Confiança da palavra de Jesus - uma grande jornada de trabalho improdutivo não é suficiente para diminuir seu ânimo e sua fé em Jesus. O campo missionário ao redor da igreja é sempre desafiador, e muitas vezes parece inatingível. Mas a palavra de Jesus tem poder sobre os impossíveis - "muitos peixes".

Reconhecimento da própria imperfeição - Somos imperfeitos e nossas ações pessoais, por mais bem intencionadas que sejam, não são suficientes para interferir no coração dos dos ouvintes, especialmente dos perdidos.

Coragem baseada em Jesus - Jesus nos convida a agir sob seu comando e tem autoridade para nos garantir resultados positivos - "não temas"

Desprendimento - Responder positivamente às ordens de Jesus é uma questão de fé em seu poder, elemento fundamental na atitude dos seus servos.

Fidelidade a Cristo -  o seguiram de perto. Passaram a participar de sua vida e seu dia a dia. Não eram seguidores domingueiros ou de ocasiões especiais. Seguir a Jesus e viver com Ele.

Somos parte integrante da igreja missionária de Jesus e devemos buscar o desenvolvimento das qualidades de "pescadores de homens".

Voltar